Quando educar vira brincadeira!

Olha que legal o texto que saiu na Revista Pais & Filhos! É um texto da Nanna Preto que é colunista da revista e tem o blog Dica de Mãe.
Ela fala da experiência de usar um Mural das Conquistas, ela fez o dela, mas a BBDU facilita para você e te entrega o mural prontinho. E se você quiser adaptá-lo, manda um e-mail para gente (contato@bbdu.com.br) que fazemos do jeitinho que fizer mais sentido para você e sua família.

Revista Pais & Filhos
Por Nanna Pretto – 27.05.2014
Tudo em ordem!
Cansada de bagunça, lancei mão de um quadro de comportamento. Que vale para todos, mas o grande general é o filho!
Eu sou a única menina da casa. Mãe e menina. Logo, a chata. A que proíbe o futebol na sala, o vídeo game até mais tarde. A que quer colocar roupa combinadinha no filho, enquanto ele só quer saber das camisetas de time e fantasias de super heróis. Eu passo o dia pisando em carrinhos e peça de Lego. E recolhendo as cuecas da casa (sim, de todas as idades). Também recolho as toalhas em cima da cama, o copo de suco no balcão (a 50 cm da pia) e tenho que dar todas as coordenadas de onde está cada coisa, porque os meninos (o grande e o pequeno) não encontram nada do que procuram – pode falar mal do sexo masculino? Ah, eu sou a que deixa sapatos espalhados e a luz acesa. E tomo bronca em dobro!
Por causa de tudo isso, resolvemos fazer um quadro de comportamento. E a coisa aqui em casa virou uma loucura! Um pente fora do lugar e lá vem um dedo duro marcar ponto no placar, que está preso na geladeira. E eu que só queria fazer com que o meu filho passasse a recolher a própria bagunça, estou sendo vigiada a lá Big Brother Brasil.
“Mamãe perdeu um ponto! Deixou o carregador do celular na sala!” “Papai perdeu um ponto! Deixou o Crocs largado! Eu tentei me defender: “Gabriel perdeu um ponto! Não guardou os controles do vídeo game.” Ele ri, mas aceita seu deslize. O resumo dessa segunda-feira foi um ponto para cada um e NENHUM brinquedo espalhado na sala, NENHUMA roupa fora do cesto, os pratos de comida DENTRO da pia (e não a 50 cm dela) e, pasmem, uma casa organizada e escura!
A ideia surgiu do Super Nanny (óbviooo!), afinal quem mais tem essas técnicas do “faça-você-mesmo-uma-criança-general? Mas eu dei uma bela adaptada e fiz a coisa se tornar divertida, tipo gincana e incluir as bagunças dos adultos também, até porque aqui em casa a gente se trata de igual para igual. Afinal, ninguém merece ir pro cantinho do pensamento (oi???) só porque deixou a chuteira jogada no tapete da sala. Merece?
Bem, eu listei os nossos maiores bagunças, de pai, mãe e filho, e criei um quadro. Coisas espalhadas pela casa, luz acessa, enrolação para comer, livros e materiais de trabalho ou de estudo espalhados, horários, brinquedos no chão e o blá-blá-blá insuportável de pedir 300 vezes a mesma coisa.
Feito isso montamos um quadro semanal com o esquema de pontuação. E a brincadeira é um ficar de olho no deslize do outro. No café da manhã do domingo, Gabriel faz a contagem e quem tiver menos pontos é o vencedor com direito a sortear o seu prêmio: um presentinho, um DVD, 20 beijos, 10 minutos de massagem ou o escolher um restaurante para jantarmos fora durante a semana. A ideia é fazer valer a pena, certo?
Sem facilitarmos as coisas, Gabriel foi o primeiro vencedor do quadro de comportamento. Sim, tenho um mini general em casa que fica esperando eu levantar do sofá para gritar “mamãe largou o chinelo dela aqui, toma um ponto!!!” E divertidamente vai em direção à geladeira detonar o meu ranking.
Há uma semana estou obcecada em apagar as luzes da casa, sabia? Só para não ganhar ponto. E a cada instante checo se o tablet ou o celular ficou jogado no sofá. Vai que Gabriel vê…
(E olha a brincadeira servindo para mudar o comportamento da mamãe…)
Como vencedor da semana, Gabi teve o direito de escolher do restaurante que iremos juntos. E, obviamente, ele escolheu um fast food. Prêmio é prêmio e vamos cumprir o combinado.
O quadro de comportamento é um sucesso aqui em casa. Agradece a mamãe, que parou de pisar em carrinhos, agradece (muito) a nossa funcionaria Maria, que não precisa catar trocentos brinquedos pela casa.
Lá no Dica de Mãe eu explico direitinho como fazer seu quadro de comportamento e o que considerar. Porque a minha casa não é quartel, não! Então a coisa deve ser divertida! Mas ter a casa em ordem e a conta de luz mais barata é muito bom!
Link da reportagem: http://paisefilhos.com.br/blogs-e-colunistas/nanna-nenem/tudo-em-ordem

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s